Select Page

Aquilo que se investiga nas universidades pode ser útil às empresas?

Antes de se mudar para Roterdão em 2004, Nuno Camacho trabalhava na Sonae Distribuição. Desde então, o Nuno especializou-se em ciências comportamentais, coaching de equipas e na utilização de ‘big data’ para melhor compreender o comportamento do consumidor.

Hoje, é professor associado na Erasmus University em Roterdão (http://people.few.eur.nl/camacho/), na Holanda. O Nuno aplica a sua investigação e trabalho académico em desafios práticos de empresas – desde multinacionais a startups – em diversos setores de atividade.

Nesta entrevista descreve-nos o seu percurso, nomeadamente no mundo da música (sim, o Nuno também é músico!) e ajuda-nos a perceber o framework do empreendedorismo e do marketing, numa conversa que abre vários pontos adicionais que merecem ser explorados.

Eu conheço o Nuno desde 1998 ou 99, talvez. Recordo-me de alguém que, já nessa altura, tinha insights interessantes. Com o tempo, o estudo e a experiência, esses insights tornaram-se ainda mais desafiadores. Foi um gosto conversar com um amigo e com alguém que tem tanto para partilhar.

Poderá conhecer melhor o Nuno seguindo este link: https://nl.linkedin.com/in/nmcamacho